Aberto o edital do Oi Futuro 2017

A “classe” cultural brasileira depende fortemente de dinheiro de editais “a fundo perdido”, ou seja, aqueles em que você recebe dinheiro mas não é obrigado a gerar receita ou lucro para devolver o que recebeu. Tem que prestar contas, mas é só.

Edital Oi Futuro 2017A grave crise econômica que finalmente explodiu bem na frente do nariz dos incrédulos no início de 2016 deixou produtores, artistas, museus e demais instituições culturais ainda mais desprotegidos – ou seja, se os editais já eram a única forma de muita gente (e muita instituição pública e privada) sobreviver, agora, então…

Para dar um pouco de esperança a essa legião de criativos, o Oi Futuro anunciou esta semana dois editais públicos para apoiar projetos artísticos: o Programa Oi de Patrocínios Culturais Incentivados e o Oi Novos Brasis.

O anúncio foi feito no teatro do Oi Futuro Flamengo por Roberto Guimarães, diretor cultural do instituto de responsabilidade social da Oi. Com as presenças de Eva Doris, Secretária de Estado de Cultura, e Nilcemar Nogueira, recém-empossada na Secretaria Municipal de Cultura do Rio, o evento lotou não só o teatro, mas também o Café Baroni e o espaço térreo do edifício.

O edital deste ano traz novidades na inscrição (não há mais categorias) e no formulário (sem aqueles campos todos), entre outras. O prazo é mínimo – 10 de fevereiro.

Quando você for fazer o seu projeto, atenção às palavras-chave que poderão fazer diferença na hora da seleção:

  • Acessibilidade
  • Inovação
  • Convergência
  • Públicos (no plural)
  • Analógico + digital
  • Redes

Estas são as palavras que eu identifiquei lá, durante o lançamento. Leia os editais com atenção para descobrir outras. Para tirar dúvidas:

edital@institutooifuturo.org.br e telefone 0800 025 1532

Boa sorte e bom ano para todos nós!

Anúncios