COMCOL: o mais novo comitê do ICOM discutirá a reinterpretação e o (re)uso das coleções

Quer discutir museu e museologia de forma inquisitiva, vibrante e criativa? Junte-se ao COMCOL!

rio2013_banner_photo_eng-2Na 23a. Conferência Geral do ICOM – International Council of Museums, o COMCOL (Committee for Collecting) discutirá a reinterpretação e os (re)usos de coleções antigas e o seu valor para a sociedade contemporânea. E ele convida você (estudante, estudioso, profissional de museu) a acompanhá-lo.

O mais novo comitê do ICOM quer desenvolver diálogos vibrantes, criativos e plurais tendo a coleção museal como ponto de partida. E tem grandes expectativas de trabalhar em estreita parceria com os colegas brasileiros.

Programação do COMCOL
O COMCOL irá reunir-se no dia 13 de agosto em sessão conjunta com outros dois comitês do ICOM, o ICME (de Etnologia) e o ICMAH (Arqueologia e História). No dia 14, haverá sessões internas do COMCOL e, no dia 15 (5a. feira), será realizado um workshop no Museu da Maré, juntamente com a organização afiliada MINOM (Movimento Internacional para uma Nova Museologia).

A 23a. Conferência Geral do ICOM se realiza entre os dias 10 e 17 de agosto de 2013, na Cidade das Artes, Rio de Janeiro.

Alinhado com o tema da Conferência Geral, que propõe examinar como a memória pode ser ativada pela criatividade de modo a promover mudanças sociais, o COMCOL irá debruçar-se sobre as práticas do Museu da Maré (um museu de favela na Zona Norte do Rio) e os modos pelos quais esse museu utiliza exposições e coleções para ativar, inspirar e motivar a comunidade local.

Como fazer parte?
Através da filiação ao ICOM, você estará automaticamente integrado a uma rede de mais 27.000 profissionais de museus de 150 países. Entre as vantagens da filiação, estão: a participação nas atividades e programas organizados pelos Comitês Nacionais; a participação nos encontros anuais dos Comitês Internacionais e na Conferência Internacional do ICOM que ocorre a cada três anos; a redução de preço em publicações especializadas; e a entrada franca ou reduzida na maioria dos museus do mundo.

É preciso preencher uma ficha e ter a recomendação de atuais membros do ICOM. O preço é baixo (em 2013, estudantes pagam uma anuidade de R$ 140,00). Saiba mais sobre o processo de adesão.

Ao se filiar, você escolhe o comitê internacional ao qual deseja se filiar. COMCOL, claro.

E o que mais?
Você pode ler aqui a newsletter de abril do COMCOL, com um ensaio meu: Newsletter #21

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s